O perdão

maxresdefault_7
PALAVRA
Mateus: 18. 32. Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste; 33. não devias tu também ter compaixão do teu companheiro, assim como eu tive compaixão de ti? 34. E, indignado, o seu senhor o entregou aos verdugos, até que pagasse tudo o que lhe devia. 35. Assim vos fará meu Pai celestial, se de coração não perdoardes, cada um a seu irmão. – Bíblia JFA Offline

PENSAMENTO
Deus não nos negou o perdão, Ele enviou seu único filho para pagar os nossos pecados, a nossa dívida, e por meio dEle somos perdoados.
Mas como podemos receber o perdão e não perdoar nossos irmãos?
Se não temos a capacidade de perdoar nossos irmãos, como podemos receber um perdão tão imenso como o que o Senhor nos dá?
Nessa parábola contada pelo Senhor Jesus, um servo do rei que lhe devia cem denários, pediu paciência a ele e um tempo para lhe pagar a dívida, e seu senhor, compadecido lhe perdoou. Mas logo depois esse mesmo servo encontrou seu conservo que também lhe devia, e ao lhe cobrar, seu conservo falou basicamente as mesmas palavras que ele tinha falado ao seu senhor que lhe perdoou, mas após o ouvir, mandou prendê-lo até que lhe pagasse tudo.
Quando seu senhor soube que ele não se compadeceu do seu conservo, como ele havia se compadecido dele, mandou entregá-lo à mal tratos até que pagasse sua conta.
Dessa mesma forma se não perdoarmos nossos irmãos, nossos pecados não serão perdoados pelo nosso Senhor, pois o fruto principal daquele que creu realmente em Cristo é o amor e se você não o tem, pode ser que ainda não entregou verdadeiramente sua vida ao Senhor Jesus e isso significa que seus pecados ainda não foram perdoados.

 

Você também pode se interessar em ler...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>