O poder da oração de um Cristão

3305638681-adolescente-orando

PALAVRA
(Colossenses 4:12 – 13) Saúda-vos Epafras, que é dos vossos, servo de Cristo, combatendo sempre por vós em orações, para que vos conserveis firmes, perfeitos e consumados em toda a vontade de Deus. 13 Pois eu lhe dou testemunho de que tem grande zelo por vós, e pelos que estão em Laodicéia, e pelos que estão em Hierápolis.

PENSAMENTO
Você compreende o poder que há na oração de alguém que tem Cristo como seu salvador?
Nos versículos em destaque vemos Paulo descrevendo saudações enviadas por Epafras aos irmãos Colossenses.  Paulo com poucas palavras, descreve que Epafras combatia em oração pelos irmãos em Colossenses, zelando pela vida deles, e também pela vida dos irmãos em Laodicéia e  Hierápolis.
Note que Epafras não se fazia presente entre os Colossenses, e mesmo assim combatia por eles, e fazia isso por meio da oração.
Há uma guerra espiritual que não podemos ver, mas podemos sentir, talvez por meio do desanimo, da tristeza, da angustia,  de sentimentos  ruins que surgem aparentemente do nada, tentando nos afastar da presença de Deus.

Em Tiago 5:16 está escrito que a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. Após ler essas palavras você pode se perguntar: Mas a bíblia descreve que não há um justo se quer entre nós!  E você tem razão, isso está escrito em Romanos 3:10,  mas a bíblia também descreve que Jesus nos justifica, que ele é a nossa justiça. Portanto, todo aquele que está em Cristo  é considerado justo diante de Deus. (2 Coríntios 5:21)

É por meio de Jesus Cristo que podemos ser ouvidos e atendidos por Deus.

Você também pode ouvir a narração do Alimento Diário!

  1. 29-07-2017_O poder da oracao de um Cristao 2:22

Você também pode se interessar em ler...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>